Mochileiro

descobrindo

o  Brasil

Rondônia - História








Início          Bibliotecas          Museus          Teatros          Biomas          Mapas          Radio          Blog



Região Norte    Rondônia      Telefones Úteis   Eventos                    História - Reservas - Rios - Porto Velho






 

Compartilhar

 

O estado de Rondônia esta localizado na região Norte do Brasil, tem uma população de aproximadamente 1.500.000 habitantes e é formado por 52 municípios. A economia do estado de Rondônia é terceira maior de toda a região Norte, perdendo apenas para o Pará e o Amazonas, em 1995 ocorreu à construção de um Porto Graneleiro, em Porto Velho, e dois anos depois houve a abertura da hidrovia do rio Madeira viabilizando a comercialização da produção do estado.

O estado ocupa um lugar de destaque na produção de cacau, café, arroz,possui uma das maiores jazidas de cassiterita do mundo, e responde por 40% da produção nacional, no setor extrativista se destacam a madeira e a borracha. A produção de gado, principalmente de corte é destaque, inclusive com a utilização de tecnologia de ponta e mantém parceria em pesquisas com faculdades de São Paulo e de outros países. O estado tem um grande potencial turístico, ainda inexplorado.

O estado de Rondônia foi criado pelo decreto-lei n.º 5.812 de 13 de setembro de 1943, com o nome de Guaporé, pela Lei n.º 21.731, de 17 de fevereiro de 1956, em homenagem ao Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon, foi dada a denominação atual de Rondônia, em 1981, o Território de Rondônia passou a condição de Estado da Federação. O estado de Rondônia foi constituído por áreas desmembradas dos Estados do Amazonas e Mato Grosso, com uma superfície de 243.044 km 2, situado na região Norte do Brasil.  

Forte Príncipe da Beiraesta localizado no município de Costa Marques. Construção faraônica dentro da floresta amazônica e monumento histórico mais antigo do estado, localizado à margem direita do rio Guaporé, fronteira natural entre o Brasil e a Bolívia. São 970 metros de extensão e 10 de altura. Construído a mando do Rei de Portugal com objetivos militares, sem nunca ter, servido para tal finalidade. Obra iniciada em 1776 e concluída em 1783.

 

As usinas hidrelétricas de Jirau e Santo Antônio, que estão sendo construídas no rio Madeira, vão gerar 20 vezes o total de energia consumida atualmente em Rondônia. De acordo com a assessoria de comunicação do Ministério do Meio Ambiente e segundo dados da Companhia Energética de Rondônia (Ceron), o consumo total do estado é de aproximadamente 320 megawatts. A capacidade de geração das novas hidrelétricas será de 6,45 mil megawwatts e a estimativa é que durante as obras sejam gerados aproximadamente 12 mil empregos diretos e 30 mil indiretos. Com investimento total estimado em aproximadamente R$ 20.000.000.000,00 (Vinte Bilhões de Reais) na construção das duas usinas hidrelétricas.

Canteiro de obras na cachoeira de Santo Antonio no rio Madeira no estado de Rondônia.

 

Batelão que transporta os festeiros da Festa do Divino Espírito Santo procissão fluvial nos rios de Rondônia. Até o século XVII apenas algumas missões religiosas haviam chegado até a região onde hoje se encontra o estado de Rondônia. No início do século XVIII os portugueses, partindo de Belém, subiram o rio Madeira até o rio Guaporé. Pelo Tratado de Tordesilhas toda essa região pertencia à Espanha.

Com o mapeamento dos rios Madeira, Guaporé e Mamoré;  no período de 1722 a 1747, houve uma redefinição dos limites entre Portugal e Espanha, realizada através dos Tratados de Madri e de Santo Ildefonso. Portugal passou a ter a posse definitiva da região. As demarcações da área ocorreram a partir de 1781. O povoamento da região teve início no século XIX, na fase do ciclo da borracha, com a construção da ferrovia Madeira-Mamoré e a exploração dos seringais existentes.

 

O Museu Ferroviário, Instalado próximo ao rio Madeira, que abriga peças e vagões da antiga Estrada de Ferro Madeira-Mamoré - EFMM, inclusive a "Maria Fumaça", máquina a vapor que fazia parte do complexo. a ferrovia construída entre 1907 a 1912 tinha 364 Km de estrada, tornou-se famosa pela ousadia da empreitada na época; foi desativada em 1972.

Desde o séc. XVII, os Portugueses construíram diversas fortificações na fronteira norte e oeste entre eles estão Forte Príncipe do Beira, O Forte Coimbra e o Forte de Macapá. Em 1752, Antonio Rolim de Moura fundou a capital Villa Bella, o Forte Nossa Senhora da Conceição e promoveu a colonização da região. Em 1759 é fundado o povoado de Nossa Senhora do Salto Grande do Rio Madeira (atual Teotônio) sob os auspícios do Juiz-de-fora Teotônio da Silva Gusmão. A May, Jekill e Randolph transferiu o pátio de operações para 7 km abaixo da Corredeira de Santo Antônio, dando origem ao povoado de Porto Velho, que foi transformado em município em 02 de outubro de 1914, subordinado ao Estado do Amazonas.Em 1944 ocorreu a reorganização do mapa do território do Guaporé, que passou a contar com 02 municípios - Porto Velho e Guajará-Mirim. A Ferrovia Madeira-Mamoré funciona até 1972.   

 

Linck Dados IBGE

 

BIBLIOGRAFIA

Hugo - Victor - Desbravadores. Rio de Janeiro. C. B. A. G - 1991.

Pinto - Emanuel Pontes, Rondônia, Evolução Histórica, A Criação do T. F. G, Fator de Integração Nacional, Rio de Janeiro, Expressão e Cultura, 1993.

Teixeira - Marco Antônio Domingues & Fonseca, Dante Ribeiro, História Regional (Rondônia), Porto Velho. Rondoniana. 1998.

 

 

 

 

 

 


APRF.Turismo Contato - Mapa Site
Revisado em: 04/09/15.