Mochileiro

descobrindo

o  Brasil

Rond�nia - Hist�ria








In�cio          Bibliotecas          Museus          Teatros          Biomas          Mapas          Radio          Blog



Regi�o Norte    Rondônia      Telefones �teis   Eventos                    Hist�ria - Reservas - Rios - Porto Velho






 

Compartilhar

 

O estado de Rondônia esta localizado na regi�o Norte do Brasil, tem uma popula��o de aproximadamente 1.500.000 habitantes e � formado por 52 munic�pios. A economia do estado de Rondônia � terceira maior de toda a regi�o Norte, perdendo apenas para o Par� e o Amazonas, em 1995 ocorreu � constru��o de um Porto Graneleiro, em Porto Velho, e dois anos depois houve a abertura da hidrovia do rio Madeira viabilizando a comercializa��o da produ��o do estado.

O estado ocupa um lugar de destaque na produ��o de cacau, caf�, arroz,possui uma das maiores jazidas de cassiterita do mundo, e responde por 40% da produ��o nacional, no setor extrativista se destacam a madeira e a borracha. A produ��o de gado, principalmente de corte � destaque, inclusive com a utiliza��o de tecnologia de ponta e mant�m parceria em pesquisas com faculdades de S�o Paulo e de outros pa�ses. O estado tem um grande potencial tur�stico, ainda inexplorado.

O estado de Rondônia foi criado pelo decreto-lei n.� 5.812 de 13 de setembro de 1943, com o nome de Guapor�, pela Lei n.� 21.731, de 17 de fevereiro de 1956, em homenagem ao Marechal C�ndido Mariano da Silva Rondon, foi dada a denomina��o atual de Rondônia, em 1981, o Territ�rio de Rondônia passou a condi��o de Estado da Federa��o. O estado de Rondônia foi constitu�do por �reas desmembradas dos Estados do Amazonas e Mato Grosso, com uma superf�cie de 243.044 km 2, situado na regi�o Norte do Brasil.  

Forte Pr�ncipe da Beiraesta localizado no munic�pio de Costa Marques. Constru��o fara�nica dentro da floresta amaz�nica e monumento hist�rico mais antigo do estado, localizado � margem direita do rio Guapor�, fronteira natural entre o Brasil e a Bol�via. S�o 970 metros de extens�o e 10 de altura. Constru�do a mando do Rei de Portugal com objetivos militares, sem nunca ter, servido para tal finalidade. Obra iniciada em 1776 e conclu�da em 1783.

 

As usinas hidrel�tricas de Jirau e Santo Ant�nio, que est�o sendo constru�das no rio Madeira, v�o gerar 20 vezes o total de energia consumida atualmente em Rondônia. De acordo com a assessoria de comunica��o do Minist�rio do Meio Ambiente e segundo dados da Companhia Energ�tica de Rondônia (Ceron), o consumo total do estado � de aproximadamente 320 megawatts. A capacidade de gera��o das novas hidrel�tricas ser� de 6,45 mil megawwatts e a estimativa � que durante as obras sejam gerados aproximadamente 12 mil empregos diretos e 30 mil indiretos. Com investimento total estimado em aproximadamente R$ 20.000.000.000,00 (Vinte Bilh�es de Reais) na constru��o das duas usinas hidrel�tricas.

Canteiro de obras na cachoeira de Santo Antonio no rio Madeira no estado de Rondônia.

 

Batel�o que transporta os festeiros da Festa do Divino Esp�rito Santo prociss�o fluvial nos rios de Rondônia. At� o s�culo XVII apenas algumas miss�es religiosas haviam chegado at� a regi�o onde hoje se encontra o estado de Rondônia. No in�cio do s�culo XVIII os portugueses, partindo de Bel�m, subiram o rio Madeira at� o rio Guapor�. Pelo Tratado de Tordesilhas toda essa regi�o pertencia � Espanha.

Com o mapeamento dos rios Madeira, Guapor� e Mamor�;  no per�odo de 1722 a 1747, houve uma redefini��o dos limites entre Portugal e Espanha, realizada atrav�s dos Tratados de Madri e de Santo Ildefonso. Portugal passou a ter a posse definitiva da regi�o. As demarca��es da �rea ocorreram a partir de 1781. O povoamento da regi�o teve in�cio no s�culo XIX, na fase do ciclo da borracha, com a constru��o da ferrovia Madeira-Mamor� e a explora��o dos seringais existentes.

 

O Museu Ferrovi�rio, Instalado pr�ximo ao rio Madeira, que abriga pe�as e vag�es da antiga Estrada de Ferro Madeira-Mamor� - EFMM, inclusive a "Maria Fuma�a", m�quina a vapor que fazia parte do complexo. a ferrovia constru�da entre 1907 a 1912 tinha 364 Km de estrada, tornou-se famosa pela ousadia da empreitada na �poca; foi desativada em 1972.

Desde o s�c. XVII, os Portugueses constru�ram diversas fortifica��es na fronteira norte e oeste entre eles est�o Forte Pr�ncipe do Beira, O Forte Coimbra e o Forte de Macap�. Em 1752, Antonio Rolim de Moura fundou a capital Villa Bella, o Forte Nossa Senhora da Concei��o e promoveu a coloniza��o da regi�o. Em 1759 � fundado o povoado de Nossa Senhora do Salto Grande do Rio Madeira (atual Teot�nio) sob os ausp�cios do Juiz-de-fora Teot�nio da Silva Gusm�o. A May, Jekill e Randolph transferiu o p�tio de opera��es para 7 km abaixo da Corredeira de Santo Ant�nio, dando origem ao povoado de Porto Velho, que foi transformado em munic�pio em 02 de outubro de 1914, subordinado ao Estado do Amazonas.Em 1944 ocorreu a reorganiza��o do mapa do territ�rio do Guapor�, que passou a contar com 02 munic�pios - Porto Velho e Guajar�-Mirim. A Ferrovia Madeira-Mamor� funciona at� 1972.   

 

Linck Dados IBGE

 

BIBLIOGRAFIA

Hugo - Victor - Desbravadores. Rio de Janeiro. C. B. A. G - 1991.

Pinto - Emanuel Pontes, Rondônia, Evolu��o Hist�rica, A Cria��o do T. F. G, Fator de Integra��o Nacional, Rio de Janeiro, Express�o e Cultura, 1993.

Teixeira - Marco Ant�nio Domingues & Fonseca, Dante Ribeiro, Hist�ria Regional (Rondônia), Porto Velho. Rondoniana. 1998.

 

 

 

 

 

 


APRF.Turismo Contato - Mapa Site
Revisado em: 13/11/15.