Mochileiro

descobrindo

o Brasil

Mato Grosso








Início          Bibliotecas          Museus          Teatros          Biomas          Mapas          Radio          Blog


Região Centro-Oeste    Telefones      AC - AL - AM - AP - BA - CE - DF - ES - GO - MA - MG - MS - MT - PA - PB - PE - PI - PR - RJ - RN - RO - RR - RS - SC - SE - SP - TO








Compartilhar

































  Antiga Igreja N. S. Auxiliadora                    Centro de Cuiabá em 1950 vista aérea da Praça da República.


O Estado de Mato Grosso possui 141 municípios com 2.860.000 habitantes, tem a economia baseada na produção agropecuária e no turismo ecológico. Maior produtor  de soja do Brasil (50 mil toneladas na safra 2003/2004) e maior produtor de algodão em pluma do Brasil.

 

Amazônia Pantanal Cerradoe as magníficas praias do Vale Araguaia compõem os mil km de Mato Grosso. Apresentando vocação natural para o ecoturismo, tem imensa variedade de plantas e animais e diversifica seus atrativos com a pesca esportiva, patrimônio histórico, arqueológico e espeleológico, turismo rural, contemplativo, místico e esportes radicais.

 

 

Mato Grosso é rico ainda em tradições gastronômicas, artesanais e musicais em que se destacam manifestações como o Siriri, Cururu, Viola de Cocho, Dança dos Mascarados, Cavalhada, Curussé, Dança do Congo e Rasqueado. O estado do Mato Grosso tem como capital a cidade de Cuiabá.

Pelo Tratado de Tordesilhas o território do atual estado de Mato Grosso pertencia à Espanha. Os jesuítas, a serviço dos espanhóis, criaram os primeiros núcleos, de onde foram expulsos pelos bandeirantes paulistas em 1680. Em 1718, a descoberta do ouro acelerou o povoamento. Em 1748, para garantir a nova fronteira, Portugal criou a capitania de Mato Grosso, antes pertencia a capitania de São Paulo, e construiu um eficiente sistema de defesa. Durante as bandeiras, uma expedição chegou ao rio Coxipó em busca dos índios Coxiponés e logo descobriram ouro nas margens do rio, alterando assim o objetivo da expedição.

 

 

Em 1719 foi fundado o Arraial da Forquilha, as margens do rio Coxipo formando o primeiro grupo de população organizado na região (atual cidade de Cuiabá). A região de Mato Grosso era subordinada a Rodrigo César de Menezes, para intensificar a fiscalização da exploração do ouro e a renda ida para Portugal, o governador da Capitania muda-se para o Arraial e logo a eleva a nível de Vila chamando de Vila Real do Bom Jesus de Cuyabá. Com os tratados de Madri (1750) e Santo Ildefonso (1777), Espanha e Portugal estabeleceram as novas fronteiras. A produção de ouro começou a cair no início do século XIX. Em 1901, ocorreu um movimento separatista temporariamente controlado. Em 1917, a situação se agravou, provocando intervenção federal.

 

 

Com a chegada dos seringueiros, pecuaristas e exploradores de erva-mate na primeira metade do século XIX, o Estado retomou o desenvolvimento.

Mato Grosso chegou a ser a maior unidade federativa do país por extensão, com 1.477.041 km². A partir de 1943, com o desmembramento de Rondônia e, em 1977, desmembramento de Mato Grosso do Sul, passou  a ter uma área de 906.806.90 km², sendo hoje o terceiro estado em extensão territorial do Brasil.

Mato Grosso passou ainda por grandes expansões econômicas, motivadas pela produção agrícola e a pecuária, sobretudo na segunda metade do século 20, o estado recebeu migrantes de todo o país.

 

 

Veja Dados do IBGE

 

 

 

 

 

APRF.Turismo Contato - Mapa Site
Copyright © 2001. Todos os direitos reservados.
Revisado em: 04/09/15