imagens-simbolicas-do-estado-de-goias
logo-da-empresa-doca27

Mochileiro Descobrindo o Brasil - Estado de Goiás - Turismo e Cultura no Brasil

logo-firma-lingerie-linda



CULTURA DA CIDADE DE GOIÁS


Igreja de Nossa Senhora do Rosário conhecida como antiga Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, foi erguida em 1734 por Antônio Pereira Bahia, foi reconstruída em estilo neogótico em 1934, sendo concluída pelos Dominicanos em 1959, com afrescos de frei Nazareno Confaloni esta localizada na cidade de Goiás no estado de Goiás, Brasil. Foto: Márcio Couto


Igreja da Boa Morte foi construída em 1779, onde encontra-se o Museu de Arte Sacra da Igreja da Boa Morte que tem o maior acervo do escultor barroco Veiga Vale, reunindo mais de 100 peças, e também coleções de prataria, . Foto: Márcio Couto




Fórum - Poder Judiciário da cidade de Goiás.


Igreja Nossa Senhora da Abadia, foi construída pelos escravos e para os escravos em 1790. Altar talhado em madeira, pintado de azul e ouro, de autoria desconhecida como a pintura no teto, que representa Nossa Senhora no céu com os anjos. A imagem da padroeira de Veiga Valle decora o altar.



Chafariz de Calda, foi construído em 1778. É um monumento histórico da cidade de Goiás.



A Igreja de São Francisco de Paula, foi construída em 1761. Passagens da vida de S.Francisco foram pintadas no teto pelo artista André da Conceição. No centro do altar está a imagem de Bom Jesus dos Passos trazida de Salvador em 1745 e usada na procissão da semana santa.



Palcio Conde dos Arcos é um casarão com 36 cômodos, foi construído em 1756,era a antiga sede do governo do estado na cidade de Goiás hoje é um centro cultural.


A Cruz do Anhanguera. Em 1918, o escritor e poeta Luis do Couto, trouxe para a cidade de Goiás a Cruz do Anhanguera. Foi instalada as margens do Rio Vermelho onde existiu no local, a igreja da Lapa, levada pela grande enchente de 1839. Na enchente do dia 31 de dezembro de 2001 este monumento foi levado pela correnteza. Dias depois a Cruz do Anhanguera foi encontrada dentro do leito do Rio Vermelho. O monumento se encontra hoje totalmente reconstruído. ( O cruzeiro original se encontra no Museu das Bandeira)



Casarão antigo, atualmente é da Secretaria da Fazenda do Estado de Goiás.


A Igreja de Nossa Senhora do Carmo, teve sua construção iniciada no século XVIII pelo secretário de Governo Diogo Luiz Peleja. Porém, devido à falta de recursos, a obra foi doada à Confraria de São Benedito dos Homens Pardos Crioulos, que a concluiu e ocupou em 1786. Atualmente é utilizada apenas na Festa de Nossa Senhora do Carmo.


O Largo da Matriz, é a praça com Coreto na cidade de Goiás, também chamada de Goiás Velho. O Coreto atual foi construído na gestão do prefeito Lincoln Caiado de Castro, em 1923.


A Catedral de Sant'ana esta localizada na praça do Coreto, em 1727 era uma capela atualmente é uma catedral, depois de varias reconstruções; é um edifício construído de adobe e restaurado, ainda inacabada. Foto: Márcio Couto



A Igreja de Santa Bárbara, foi construída em 1780 na cidade de Goiás Velho. Para visitá-la tem que subir 87 degraus de escadaria.



O Museu das Bandeiras, na cidade de Goiás, é o antigo prédio da câmara municipal e da cadeia publica, foi construído em 1755. Suas paredes tem um metro de largura.


O Quartel do XX é o mais antigo edifício oficial do estado. Foi fundado em 1747 com características arquitetônicas típicas das edificações militares do período colonial. Foi restaurado em 1982, passou a abrigar a sede regional do Tiro de Guerra, atualmente, sedia também o arquivo da Prefeitura e a Secretaria Municipal de Cultura.



Museu Cora Coralina é uma construção colonial de 1782, foi casa da poetisa Cora Coralina, hoje é museu na cidade de Goiás, no estado de Goiás, Brasil. Foto:Márcio Couto.




    AC - AL - AM - AP - BA - CE - DF - ES - GO - MA - MG - MS - MT - PA - PB - PE - PI - PR - RJ - RN - RO - RR - RS - SC - SE - SP - TO