Início    Copas do Mundo     Alfabetos    Bibliotecas    Museus    Teatros    Biomas    Mapas    Contato   Radio

Região Centro-Oeste       Região Nordeste       Região Norte      Região Sudeste       Região Sul









 

Copa do Mundo de 1994 nos EUA

Compartilhar

Pôster, Mascote e Logomarca da Copa do Mundo de Futebol de 1994 nos EUA.

 

Copa do Mundo de 1994 nos EUA.

Assim como a anterior, a Copa de 94 foi decida nos pênaltis. A Copa de 1990 foi decidida com um pênalti no tempo normal. A Copa dos Estados Unidos foi a única a ser decidida na cobrança de pênaltis. Entretanto, o nível técnico melhorou e muito, ajudado pelo público recorde e pela mudança de 2 para 3 pontos para a vitória.
A Copa que teve público aplaudindo lateral, estádios cobertos e jogos com temperaturas escaldantes (46º em Dallas), também tinha Romário. Artilheiro da equipe, o "peixe" deu o passe para a classificação contra os donos-da-casa em pleno quatro de julho e fez até gol de cabeça contra os gigantes suecos.
Após 24 anos de jejum, o Brasil chegou ao tetra sobre a Itália com a experiência de Taffarel, a defesa menos vazada, a sorte de Zagallo, a consagração da era Dunga e a má pontaria de Baggio.
Seleções participantes: 24
Alemanha | Arábia Saudita | Argentina | Bélgica | Bolívia | Brasil
Bulgária | Camarões | Colômbia | Coréia do Sul | Espanha
Estados Unidos | Grécia | Holanda | Irlanda | Itália | Marrocos
México | Nigéria | Noruega | Romênia | Rússia | Suécia
Suíça
Seleções estreantes: 4 (17%) - Arábia Saudita, Grécia, Nigéria e Rússia

Brasil na Copa do Mundo de 1994

Delegação Brasileira: Taffarel, Jorginho, Ricardo Rocha, Ronaldão, Mauro Silva, Branco, Bebeto, Dunga, Zinho, Raí, Romário, Zetti, Aldair, Cafu, Márcio Santos, Leonardo, Paulo Sérgio, Müller, Ronaldo, Viola, Gilmar, Técnico - Carlos Alberto Gomes Parreira.

A Seleção Brasileira, com cinco vitórias e dois empates. O primeiro jogo, contra a Rússia o nós vencemos por 2 x 0, o segundo contra Camarões vencemos por 3 x 0, o terceiro jogo o Brasil empatou por 1 x 1. Nas oitavas tiramos os donos da casa em pleno dia da independência, um 4 de julho, com uma vitória apertada de 1 x 0.

Nas quartas de final tivemos um dos jogos mais difíceis da Copa quando vencemos a poderosa Holanda por 3 x 2. Na semifinal enfrentamos a Suécia novamente e vencemos por 1 x 0. A final foi disputada entre o Brasil e a Itália e acabou empatada e decidida nos pênaltis e mais uma vez o Brasil levou a melhor contra a Itália em finais de copa do mundo com o placar de 3x2. Romário foi considerado o melhor jogador dessa Copa e depois o melhor do mundo em 1994.

Campeão da Copa do Mundo de 1994

A conquista do tetracampeonato pelo Brasil em 1994 foi marcada pelo espírito coletivo de um time com perfeição no aspecto tático. A seleção brasileira venceu a Copa do Mundo de 1994 e tornou-se Tetracampeão graças ao talento de dois grandes jogadores, Romário e Bebeto e também foram destaques Dunga, grande marcador e líder, Jorginho, lateral, e a dupla de zagueiros Aldair e Márcio Santos. Comandavam a seleção brasileira o técnico Carlos Alberto Parreira e o Coordenador Técnico, Zagallo.

A seleção brasileira classificou-se em primeiro lugar em sua chave, vencendo a Rússia por 2 x 0, Camarões por 3 x 0 e empatou com a Suécia em 1 x 1. Brasil e Estados Unidos jogaram nas oitavas-de-final um jogo duríssimo, onde o lateral Leonardo foi expulso por ter atingido deslealmente um jogador americano com uma fortíssima cotovelada no rosto, o Brasil venceu por 1 a 0, com um gol de Bebeto, marcado a 15 minutos do final.

O jogo entre Brasil e Holanda, nas quartas-de-final, foi um dos melhores jogos da Copa, o Brasil venceu por 3 x 2, com gols de Romário, Bebeto e do lateral Branco.
Na semifinal, o Brasil jogou novamente contra a Suécia, vencendo dessa vez por 1 x 0, apesar de ter jogando muito melhor.

A final foi disputada entre Brasil e Itália, que repetiram a final da Copa de 1970, duas nações que já tinham conquistado 3 títulos da Copa do Mundo da FIFA e o time vencedor seria tetracampeão. Mas o que seria, em teoria, a partida ideal, foi um jogo duro e sem brilho. Não houve chance de gol e ao final de 90 minutos regulamentares e de 30 minutos de prorrogação, Brasil e Itália não tinham saído do 0 a 0, levando a decisão da Copa para os pênaltis. Foi a primeira vez na história da Copa do Mundo, em que a Copa terminou na disputa de pênaltis. O Brasil venceu a Itália por 3 x 2 depois que o ídolo da Itália, Roberto Baggio, bateu o pênalti por cima do travessão dando o título ao Brasil.

Tabela e jogos da Copa do Mundo de 1994

Romário melhor jogador da seleção brasileira na copa de 1994

Dunga capitão da seleção ergui a taça de campeão da copa de 1994 e de Tetracampeão.

Eliminatórias: 131 seleções
Classificados automaticamente: Alemanha (última campeã) e Estados Unidos (país-sede)
Sede: Estados Unidos da América
Campeão: Brasil - 4º título
Jogos: 52
Gols: 141
Média de gols: 2,71
Público: 3.587.538
Média de público: 68.991
Artilheiros: Hristo Stoitchkov (Bulgária) e Oleg Salenko (Rússia) - 6 gols
O Brasil na Copa de 1994 nos Estados Unidos: campeão
7 jogos | 5 vitórias e 2 derrotas | 11 gol a favor e 3 gols sofridos | saldo de gols +8.

PRIMEIRA FASE
GRUPO 1
Estados Unidos 1 x Suíça 1
Romênia 3 x Colômbia 1
Suíça 4 x Romênia 1
Estados Unidos 2 x Colômbia 1
Romênia 1 x Estados Unidos 0
Colômbia 2 x Suíça 0

GRUPO 2
Camarões 2 x Suécia 2
Brasil 2 x Rússia 0
Brasil 3 x Camarões 0
Suécia 3 x Rússia 1
Brasil 1 x Suécia 1
Rússia 6 x Camarões 1

GRUPO 3
Alemanha 1 x Bolívia 0
Espanha 2 x Coréia do Sul 2
Alemanha 1 x Espanha 1
Coréia do Sul 0 x Bolívia 0
Alemanha 3 x Coréia do Sul 2
Espanha 3 x Bolívia 1

GRUPO 4
Argentina 4 x Grécia 0
Nigéria 3 x Bulgária 0
Argentina 2 x Nigéria 1
Bulgária 4 x Grécia 0
Bulgária 2 x Argentina 0
Nigéria 2 x Grécia 0

GRUPO 5
Irlanda 1 x Itália 0
Noruega 1 x México 0
Itália 1 x Noruega 0
México 2 x Irlanda 1
Itália 1 x México 1
Irlanda 0 x Noruega 0

GRUPO 6
Bélgica 1 x Marrocos 0
Holanda 2 x Arábia Saudita 1
Bélgica 1 x Holanda 0
Arábia Saudita 2 x Marrocos 1
Arábia Saudita 1 x Bélgica 0
Holanda 2 Marrocos 1

OITAVAS DE FINAL
Romênia 3 x Argentina 2
Suécia 3 x Arábia Saudita 1
Alemanha 3 x Bélgica 2
Espanha 3 x Suíça 0
Holanda 2 x Irlanda 0
Brasil 1 x Estados Unidos 0
Itália 1 x Nigéria 1 –
prorrogação: Itália 1x0
Bulgária 1 x México 1 –
prorrogação: 0x0
pênaltis: Bulgária:3x1

QUARTAS DE FINAL
Itália 2 x Espanha 1
Brasil 3 x Holanda 2
Bulgária 2 x Alemanha 1
Suécia 1 x Romênia 1
prorrogação:1x1 -
pênaltis: Suécia 5x4

SEMI FINAIS
Itália 2 x Bulgária 1
Brasil 1 x Suécia 0

TERCEIRO LUGAR
Suécia 4 x Bulgária 2

FINAL
Brasil 0 X Itália 0
prorrogação: 0X0
pênaltis: BRASIL 3X2

 

Bebeto, jogador fundamental para a vitoria da seleção brasileira, junto com companheiros, fazem o gesto de embalar um neném, na comemoração do gol em homenagem ao nascimento de seu filho.

Diego Maradona, o herói da Argentina de 1986, não passou no teste antidoping e foi expulso da Copa do Mundo. Se jogasse a primeira fase inteira, Maradona passaria o alemão Seeler e o polonês Zmuda como o jogador que mais atuou em Copas do Mundo.

O colombiano Andres Escobar foi assassinado dias depois de voltar ao seu país, por marcar um gol contra na disputa com os Estados Unidos. O jogo, Estados Unidos x Suíça foi o primeira da história dos Mundiais a ser disputado em um estádio coberto. No caso, o Pontiac Silverdome de Detroit.
Para atender às necessidades da TV européia, muitos jogos foram iniciados entre 11h30 e 13h30.


Ficha dos jogos do Brasil na Copa do Mundo de 1994 nos Estados Unidos
Primeira Fase:
20/junho/1994

Brasil 2 x 0 Rússia
Local: Stanford Stadium (Palo Alto)
Árbitro: An Yan Lim Kee Chong (Ilhas Maurício)
Gols: Romário 26 do 1º tempo; Raí (pen.) 8 do 2º.
BRASIL: Taffarel; Jorginho, Ricardo Rocha (Aldair), Márcio Santos, Leonardo; Mauro Silva, Dunga (Mazinho), Raí, Zinho; Bebeto, Romário.
RÚSSIA: Kharin; Nikiforov, Gorlukovich, Ternavsky; Khlestov, Kuznetsov, Piatnisky, Tsimbalar, Karpin; Radchenko (Borodiuk), Iuran (Salenko).
24/junho/1994
Brasil 3 x 0 Camarões
Local: Stanford Stadium (Palo Alto)
Árbitro: Arturo Brizio Carter (México)
Gols: Romário 39 do 1º tempo; Márcio Santos 20, Bebeto 27 do 2º.
BRASIL: Taffarel; Jorginho, Aldair, Márcio Santos, Leonardo; Mauro Silva, Dunga, Raí (Muller), Zinho (Paulo Sérgio); Bebeto, Romário.
CAMARÕES: Bell; Tataw, Kalla, Song, Agbo; Libih, Foe, Mbouh, Mfede (Maboang); Omam-Biyik, Embe (Milla). Expulsão: Song, 18 do 2º tempo.
28/junho/1994
Brasil 1 x 1 Suécia
Local: Silverdome (Detroit)
Árbitro: Sandor Puhl (Hungria)
Gols: Kennet Andersson 23 do 1º tempo; Romário 1 do 2º.
BRASIL: Taffarel; Jorginho, Aldair, Márcio Santos, Leonardo; Mauro Silva (Mazinho), Dunga, Raí (Paulo Sérgio), Zinho; Bebeto, Romário.
SUÉCIA: Ravelli; Roland Nilsson, Patrik Andersson, Kamark, Ljung; Schwarz (Mild), Ingesson, Thern, Henrik Larsson (Blomqvist); Brolin, Kennet Andersson.


Oitavas-de-final - 4/julho/1994
Brasil 1 x 0 Estados Unidos
Local: Stanford Stadium (Palo Alto)
Árbitro: Joel Quiniou (França)
Gol: Bebeto 28 do 2º tempo.
BRASIL: Taffarel; Jorginho, Aldair, Márcio Santos, Leonardo; Mauro Silva, Dunga, Mazinho, Zinho (Cafu); Bebeto, Romário.
ESTADOS UNIDOS: Meola; Clavijo, Balboa, Lalas, Caligiuri; Tab Ramos (Wynalda), Dooley, Hugo Perez (Wegerle), Sorber; Cobi Jones, Stewart.
Expulsões: Leonardo 41 do 1º tempo; Clavijo 42 do 2º.


Quartas-de-final - 9 de julho de1994
Brasil 3 x 2 Holanda
Local: Cotton Bowl (Dallas)
Árbitro: Rodrigo Badilla (Costa Rica)
Gols: Romário 6, Bebeto 16, Bergkamp 18, Winter 30, Branco 36 do 2º tempo.
BRASIL: Taffarel; Jorginho, Aldair, Márcio Santos, Branco; Mauro Silva, Dunga, Mazinho (Raí), Zinho; Bebeto, Romário.
HOLANDA: De Goey; Winter, Koeman, Valckx, Wouters; Witschge, Rijkaard (Ronald de Boer), Jonk; Overmars, Bergkamp, Van Vossen (Roy).


Semifinal - 13 de julho de 1994
Brasil 1 x 0 Suécia
Local: Rose Bowl (Pasadena)
Árbitro: José Joaquín Torres Cadena (Colômbia)
Gol: Romário 35 do 2º tempo.
BRASIL: Taffarel; Jorginho, Aldair, Márcio Santos, Branco; Mauro Silva, Dunga, Mazinho (Raí), Zinho; Bebeto, Romário.
SUÉCIA: Ravelli; Roland Nilsson, Patrik Andersson, Bjorklund, Ljung; Thern, Ingesson, Mild, Brolin; Dahlin (Rehn), Kennet Andersson.
Expulsão: Thern 17 do 2º tempo.


Participação da Final: 17 de julho de 1994
Brasil 0 x 0 Itália
Disputa de pênaltis: Brasil 3 x 2 Itália
Local: Rose Bowl (Pasadena)
Árbitro: Sandor Puhl (Hungria)
Pênaltis: Baresi (fora), Márcio Santos (fora), Albertini (gol), Romário (gol), Evani (gol), Branco (gol), Massaro (Taffarel defendeu), Dunga (gol), Roberto Baggio (fora).
BRASIL: Taffarel; Jorginho (Cafu), Aldair, Márcio Santos, Branco; Mauro Silva, Dunga, Mazinho, Zinho (Viola); Bebeto, Romário.
ITÁLIA: Pagliuca; Mussi (Apolloni), Baresi, Benarrivo, Maldini; Dino Baggio (Evani), Donadoni, Berti, Albertini; Roberto Baggio, Massaro.

Tema Musical Brasileiro da Copa do Mundo 1994
Coração Verde-amarelo
Aerobanda
Na torcida são milhões de treinadores
Cada um já escalou a seleção
O verde o amarelo são as cores que a gente grita no coração
A torcida vibra canta e se agita e grita o Brasil e campeão
No toque de bola pra nossa escola nossa maior tradição
Eu sei que vou , vou do jeito que eu sei , de gol em gol
Com direito a replei eu sei que vou com o coração batendo
A mil a taça na raça e Brasil .
 

 

 

 

Copas do Mundo de Futebol

1930 - 1934 - 1938 - 1950 - 1954 - 1958 - 1962 - 1966 - 1970 - 1974 - 1978 - 1982 - 1986 - 1990 - 1994 - 1998 - 2002 - 2006 - 2010 - 2014 - uniformes usados pela seleção brasileira.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

APRF.Turismo Contato - Mapa Site
Copyright © 2001. Todos os direitos reservados.
Revisado em: 04/09/15.